CORTINAS

O que seria de uma janela sem cortinas? Com elas o toque acolhedor de todo lar é reforçado. Além disso, as peças são ideais para proporcionar e garantir iluminação na medida certa para o ambiente, podendo barrar a forte claridade que invade o cômodo em dias de forte sol. A privacidade é outro benefício oferecido pela cortina, que também leva um toque de charme e poder decorativo para a composição.

1

 Como Colocar Cortinas

A colocação das cortinas para janelas pode ser feita de diversas formas e variar de propósito de acordo com o formato das janelas, o modelo e a forma das cortinas, bem como o uso que será dado às mesmas para a composição da sua casa. Além do clássico modo de colocação, geralmente sob um trilho fixo de metal, existem hoje métodos mais modernos como, por exemplo, a fixação direta no vão ou no vidro da janela, evitando ter que furar as paredes desnecessariamente. Antes de optar por um modo de colocação das cortinas, é importante assegurar-se de que as peças escolhidas sejam adequadas para o tipo de janela em questão.

2

Esse modelo romano, dá uma aparência de painel, instalado rente à cabeceira. O tecido chenile, com forro de tergal e varetas costuradas em intervalos de 25 cm.

3

Neste modelo, uma persiana blecaute cobre todo o vão, de 3,66 m de largura x 3 m de altura. Para garantir um visual mais aconchegante, complementou a escolha usando uma cortina de linho de tom areia. “Ela deixa passar claridade quando ergue a persiana”, a barra tem 25 cm de altura. “O caimento fica mais bonito”.

4

5

6

Essa cortina tem recortes de tecido 100% poliéster, fixados num trilho embutido no forro de gesso, vestem a parede e a janela, de 3,10 m de largura. Porém, como o sol incide diretamente sobre a sala de estar durante boa parte do dia, foi preciso associá-los a persianas do tipo rolô de tela solar, que amenizam o excesso de claridade sem barrar completamente a luz vinda de fora. Somadas, as duas estruturas colaboram para o clima leve predominante.

7

9.jpg

10

12

13.jpeg

14.jpg

15

Detalhes Importantes ao Comprar Cortinas

Antes de comprar produtos do tipo é importante saber, em primeiro lugar, o tamanho das janelas sobre as quais se deseja colocá-las, de maneira que se possa escolher de antemão o tamanho e modelo mais apropriado. Uma vez colocadas, a maioria das cortinas tendem a ter um caimento que forma pregas e ondas. Para isso, o tamanho escolhido deve ser duas ou três vezes maior do que o da janela a ser decorada, em função do volume e da quantidade de ondas que preferir.

Como calcular a quantidade de tecido?

Meça a largura da janela (2 m, por exemplo) e multiplique por dois: 2 x 2 = 4 Então tire a medida da altura (digamos que o pé-direito tenha 2,60 m) e some 60 cm, medida suficiente para a confecção da barra e do cabeçote: 2,60 + 0,60 = 3,20 Por fim, multiplique os resultados: 4 x 3,20 = 12,80 m A fórmula vale para um tecido com 1,40 m de largura. Caso ele tenha 3 m de largura, poderá ser usado na horizontal, o que dispensa emendas. A metragem necessária, nesse caso, cai pela metade.

11

Cortina deve ir do teto até o chão

A cortina deve ir até o chão! “É mais elegante a cortina beijar o chão. Para não acumular poeira, pode-se subir cerca de 1cm, mas a cortina curta fica com cara de que economizou no tecido”.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s